Revista Exclusiva: 29 anos de Cobertura do Carnaval da Bahia

Inicio > Carnaval, Carnaval de Salvador, Destaque, Especial, Últimas Notícias > Revista Exclusiva: 29 anos de Cobertura do Carnaval da Bahia    
07/02/2018

Em 1989, após seis meses de lançada, a Revista Exclusiva parecia chegar ao fim: não havia recursos para continuar. A Bahia não tinha – e ainda não tem – a tradição do veículo próprio do segmento “revista” – agora pior ainda. Não por falta de leitores, isso tem e muitos, mas, sobretudo pela falta de apoio dos que poderiam ajudar a prosperar mais um segmento de mídia no estado baiano – agências de publicidade e poder público – que naquela época, só as rádios, os jornais e as televisões eram vistos como “órgão de imprensa” – não existia a Internet.

Foi uma luta; foi desbravar as florestas como verdadeiros bandeirantes.  Porém, e exatamente pelas dificuldades, a Revista Exclusiva, através do seu, na época, “diretor geral” – hoje é o editor/jornalista responsável – que foi buscar no Carnaval uma saída para continuar com o periódico vivo, daí surgiu a ideia de fazer a Primeira Edição Especial do Carnaval de Salvador.

Clóvis Dragone o fundador e então apenas diretor estava só: todos se foram; faltou dinheiro para pagar a grande folha aos hoje grandes nomes do jornalismo e da fotografia da Bahia – muitos que estão fazendo sucesso passaram pela “Escolinha da Exclusiva”. Alguns relembram e reconhecem a importância da sua passagem por nossa redação, muito outros negam; outros ainda fingem que não lembram e que se quer conhecem a publicação – já vimos isso de perto por diversas vezes – porém a realidade é que a Revista Exclusiva ainda existe e persiste – mesmo com algumas “caídas” de edição ou de pauta.

O Carnaval foi a única saída! E como foi… A primeira edição do Carnaval de Salvador de 1989 fez o maior sucesso, um recorde para uma publicação local no país: foram 50 mil exemplares que até hoje temos em nossos arquivos, que deu a renda para bancar mais seis edições mensais e consecutivas. O Bloco Papa-Léguas foi a sua primeira capa. A Edição do Carnaval deu certo.

Daí começou a surgir um fenômeno: os carnavais fora de época, quando empresários, empreendedores de diversos estados brasileiros viam na Revista Exclusiva a “receita” de como fazer um carnaval em sua cidade. A publicação serviu de consultor para a criação de vários grandes eventos em todo o Brasil. Cobriu mais de 100 carnavais Brasil afora e no exterior; o primeiro evento foi a Micarande, em Campina Grande na Paraíba, o primeiro carnaval fora de época da história, fora da Bahia – até então só cobríamos as micaretas baianas, a exemplo de Feira de Santana e Alagoinhas, que ainda disputam qual foi a primeira Micareta.

É muita história para contar nesses 30 anos de Revista Exclusiva e 29 anos de cobertura de Carnaval. Histórias que não se vê nos “livros de história” do Carnaval, alias, o que vemos é muita mitologia: o Carnaval da Bahia é contado com base em uma mitologia.

Quem criou o Carnaval da Barra?

Qual foi o primeiro bloco a colocar uma banda de baile, tipo as atuais, em cima de um trio elétrico?

Qual foi a primeira banda com bateria, guitarra, baixo e teclados a subir em um trio elétrico?

Qual foi a primeira banda a diversificar a música do Carnaval da Bahia, saindo dos tradicionais, o frevo pernambucano, do samba e das marchinhas carnavalescas para passear pelo rock, música popular, erudita e até sacra?

Que veículo de comunicação foi o primeiro a montar um camarote no Carnaval de Salvador?

Que bloco foi o maior campeão da era carnavalesca amadora?

Quem montou o primeiro camarote do Circuito da Barra Ondina?

Quem fez o primeiro “arrastão” da Quarta-Feira de Cinzas?

Qual foi a primeira e única revista a fazer uma edição especial sobre o Carnaval de Salvador?

Que livro da história do Carnaval da Bahia tem essas respostas?

Qual foi o primeiro bloco infantil da história?

Qual foi o primeiro bloco a subir no circuito Barra/Ondina? Antes era Ondina/Barra.

 

Para completar e manter viva a Revista Exclusiva, em 1997 foi inserida na Rede Mundial de Computadores – Internet, o primeiro site de um veículo de comunicação impresso do segmento revista do Norte e Nordeste do Brasil: o EXCLUSIVAONLINE. Mais um pioneirismo da publicação. Esse site não deixou a revista morrer, ajudando a ultrapassar todas as crises nacionais e as suas próprias crises, segurando a publicação online na falta da edição impressa.

Por tudo isso, a Revista Exclusiva continua viva e fará mais uma Cobertura do Carnaval de Salvador, agora a sua 20ª. Edição que deverá ter a publicação impressa concomitantemente com a virtual.

Jornalista Clóvis Dragone

Deixe um Comentário