O cantor e compositor baiano, TONHO MATÉRIA, envia mensagem para a Revista EXCLUSIVA

Inicio > Destaque, Últimas Notícias > O cantor e compositor baiano, TONHO MATÉRIA, envia mensagem para a Revista EXCLUSIVA    
01/01/2021

 

TONHO MATÉRIA

Antônio Carlos Gomes Conceição nasceu em Salvador no dia 12 de maio de 1964 e desde os oito anos estabeleceu um vínculo com a arte, quando começou a frequentar as aulas de capoeira nas manifestações populares da Bahia. Com 15 anos iniciou a carreira de cantor, começando a cantar em blocos afros de Salvador.

Filho de dona Eufrosina Maria do Santos, vendedora de acarajé, e de Agripino Gomes da Conceição, vendedor de laranja e fabricador de ladrilhos, Tonho passou a infância numa casa muito pequena com todos os seus irmãos, numa rua tranquila do Bairro do Pau Miúdo, em Salvador. A vida de classe baixa, humilde foi levada ao gosto pelas brincadeiras, pela arte e responsabilidade nos estudos.

Artista, cidadão e pai de Allan e Raysson, Tonho tem a inquietação como uma de suas principais características, que influenciou e moveu todo seu trabalho até os dias atuais.

Com onze CDs gravados e dois DVDs, Tonho Matéria é hoje um cantor brasileiro com respaldo internacional, com 36 anos de carreira. O Disco recuperado nos HD’S da WR Discos Bahia, do Saudoso Wesley Rangel, é uma relíquia que vale a pena mostrar ao mundo. Recheado de participações especiais de quem mais prestigiou o artista interpretando suas composições, tais como Bell Marques, Durval Lelys, Marcia Freire, Lucas Di Fiori, Dado Brazzawilly, Reinaldo Nascimento, Beto e Negão Jamaica, Saulo Fernandes, entre muitos outros.

Hoje, Tonho Matéria possui mais de 500 canções gravadas, 11 CDs gravados solo, quatro CD´s institucionais, dois DVD´s e milhões de discos vendidos em todo o mundo. Foi também o primeiro artista a levar a Capoeira aos palcos em shows; único artista brasileiro convidado para a exibição de shows na África do Sul durante a Copa do Mundo de 2010 fez parte por diversos anos do Festival de Jazz de Montreux. Já cantou com os grandes nomes da música brasileira como Caetano e Gilberto Gil, Ziggy Marley, Nelson Rufino, Jair Rodrigues, Leci Brandão, Beth Carvalho; em Oslo, na entrega do Prêmio Sharp Music, onde disputou com Martinho da Vila o Prêmio Qualidade do Brasil.

A vitalidade artística das obras de Tonho, fez com que vários artistas vendessem mi-lhões de cópias e conquistasse resultado notório no cenário musical, podendo ser comprovado em todos os álbuns do cantor ter apresentado hits nacionais e por suas canções compor trilhas em trecho de novelas, filmes e programas brasileiros.

Deixe um Comentário