A anfitriã Ivete Sangalo recebeu Todo Mundo que foi

Inicio > Eventos > A anfitriã Ivete Sangalo recebeu Todo Mundo que foi    
07/07/2009

 

A anfitriã Ivete Sangalo recebeu no sábado passado, 4 de julho, artistas de peso para 10 horas de show sem interrupção. Enquanto um show ia terminando no palco, outro começava imediatamente no trio, bem ao estilo da energia de Ivete Sangalo, que mesmo com um barrigão de mais de seis meses de gravidez, fez um show de mais de 2 horas em cima do trio.  Ivete contou com um convidado especial, Carlinhos Brown, e surpreendentemente também com Xanddy e Solange, que ligaram para a produção do evento afim de saber como tudo tinha sido, e no final acabaram lá no trio junto com a cantora.

Além da estrela da noite, a grade de shows foi intensa, iniciando com a Banda Mina, comandada por Mariana Assis, que esquentou o público com os hits do momento e também aproveitou para apresentar suas novas músicas.  Segundo a cantora, foi o maior público da sua carreira. A Banda Mina está com a agenda bem cheia e promete decolar, garantiu a cantora.

Cerca de 40 mil pessoas se dividiram entre o camarote e a pista, e foi grande a euforia quando Denny autorizou os primeiros acordes da Timbalada. A correria foi automática para o lado direito do camarote e lá as pessoas se apertaram para ver de perto o “mini circuito do Carnaval” no Parque de Exposições.

Depois foi a vez da Exalta Samba, com um samba gostoso e “Na base do Beijo”, a Exalta fez bonito e foi a trilha para os pares se formarem; a simpatia de Thiaguinho e a voz de Pericles, unida a força do grupo confirmou o sucesso de mais de 20 anos.

Um pouco antes do final do show da Banda Exalta Samba a aglomeração em frente ao trio já era certa. A musa do axé se preparava para subir. Era a mamãe do ano que fez o trabalho de anfitriã e agradeceu ao público a ida ao evento. Ivete cantou sucessos do DVD “Pode Entrar” acompanhada pelos fãs. Reparou na chapinha das meninas e reclamou que o preço para ela é mais caro, enquanto as meninas lá em Mussurunga pagam dez, ela só porque é cantora paga quinze.

Cansou, não, o público esperou Psirico e parece que o fôlego foi renovado com a banda da massa e no palco não teve quem ficou parado. Márcio Vitor animou e confirmou que ser pagodeiro hoje é uma grande responsabilidade. A mesma postura teve Falcão do Guiguetto, que fez a despedida do Todo Mundo Vai, um evento que fará parte da agenda de shows de Salvador que como primeira edição nem todo mundo foi, mas conseguiu chegar ao objetivo e marcar presença nas festas populares da cidade. Que venham todos no ano que vem.

 

Deixe um Comentário